11/01/2019 as 17:50

ECONOMIA

Safra de milho em 2019 poderá registrar saldo positivo em Sergipe

De acordo com o coordenador de Planejamento da Emdagros com condições climáticas favoráveis a possibilidade de alta na safra deste ano se torna mais concreta


Safra de milho em 2019 poderá registrar saldo positivo em SergipeFoto: ASN/Divulgação

Mesmo diante do cenário de baixa na produção de milho no ano passado, de acordo com o coordenador de Planejamento da Emdagro, Adilson Cavalcante, as condições climáticas sendo favoráveis em todo o estado, a possibilidade de alta na safra deste ano se torna mais concreta.

“Tivemos queda em 2018 por conta da estiagem, principalmente nos munícipios localizados no Alto Sertão sergipano, a exemplo de Glória, Canindé e Poço Verde. Para este ano de 2019, ainda não temos uma projeção, mas com a perspectiva do início das chuvas ocorrendo entre março e abril, e sua permanência, poderemos avaliar de forma mais concreta como as condições climáticas influenciarão na produção”, explicou.

Ainda segundo o coordenador, entre os meses de fevereiro e março é o período de preparação do solo para aguardar o início das chuvas. O clima é o maior influenciador na produção dos grãos, visto que em Sergipe, quase toda a produção é de milho sequeiro. “Esse tipo de produção depende, exclusivamente, das chuvas. Quase não se vê no estado produção de milho irrigado, porque além de ser um investimento alto, mesmo os médios e grandes produtores teriam dificuldade de acesso à água, já que muitas vezes, os municípios sergipanos onde é feito o plantio sofrem com a estiagem e o desabastecimento”, declarou.

Como forma de auxiliar os pequenos agricultores que têm perda de mais de 50% da safra por conta da estiagem, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, realiza o Programa Garantia-Safra. O Garantia-Safra funciona com aporte financeiro de 12% do governo Estadual ao Fundo Garantia Safra. O aporte municipal é de 6%, o agricultor entra com 2% e 40% correspondem ao aporte do governo Federal. O estado de Sergipe possui 25 mil cotas (vagas para cadastrar os agricultores), que, para a próxima safra 2018/2019 já estão disponíveis para que os agricultores realizem as inscrições no programa através dos escritórios do Incra, da Emdagro ou da Pronese.

Fonte: Agência sergipe de Notícias