23/05/2019 as 18:52

INVESTIGAÇÃO

Polícia descarta hipótese de latrocínio em morte de motorista de aplicativo

Lucas Pasolyne Santos Bezerra, de 26 anos, foi encontrado morto um dia depois de ter recebido uma chamada falsa


O motorista de aplicativo Lucas Pasolyne Santos Bezerra, de 26 anos, encontrado morto nas imediações da Barragem do Rio Poxim, em São Cristóvão, no dia 9 deste mês, um dia após receber uma chamada falsa, não foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). Pelo menos é que garante o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou ao JORNAL DA CIDADE que o inquérito policial já está na fase final, bem próximo de um desfecho, e as investigações seguem sob sigilo. Ainda de acordo com a SSP, o DHPP trabalha, agora, com a hipótese de homicídio.

O caso

O motorista de aplicativo Lucas Pasolyne Santos Bezerra desapareceu na noite do dia 8 de maio, após atender a uma chamada falsa, sendo encontrado morto um dia depois nas imediações da Barragem do Rio Poxim, em São Cristóvão.

O delegado Everton Santos informou que Lucas foi acionado para pegar uma mercadoria no Conjunto Jardim, em Socorro, e convidou um amigo para acompanhá-lo. No caminho, eles teriam sido surpreendidos por dois homens. O amigo teria conseguido fugir e acionar a polícia.

 

Foto: WhatsApp/Sergipe Notícias