03/06/2019 as 15:49

ACUSADO DE ABUSO SEXUAL

Neymar é intimado a depor na sexta-feira

A CBF está ajudando a defesa do jogador para conseguir adiar a audiência para semana que vem


Neymar é intimado a depor na sexta-feiraFoto: Ricardo Moraes/Reuters

 

Os policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro, foram ao CT da seleção brasileira, em Teresópolis, na manhã desta segunda-feira, 03, para intimarem o atacante Neymar a depor na sexta, 7, na investigação por supostos crimes virtuais cometidos pelo vídeo divulgado com fotos íntimas da mulher que acusa o jogador de estupro.

A assessoria jurídica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está ajudando a defesa do jogador a coseguir adiar a audiência para a semana seguinte. O motivo é que o jogador estará em Porto Alegre concentrado para o amistoso da seleção brasileira contra Honduras, marcada para o domingo, 9.

A DRCI investiga Neymar pelo vídeo divulgado por ele no Instagram desde o último domingo, 02. É crime passível de prisão a divulgação de imagens íntimas sem consentimento das partes.

De acordo com o Artigo 218-C do Código Penal é crime “Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio - inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia.”

O vídeo foi retirado do ar nesta madrugada pela rede social, e segundo o pai do futebolista, foi a própria rede social que excluiu "por violar os padrões" da sua comunidade.

No último sábado, 1º, veio a público um B.O. registrado por uma mulher em São Paulo. Ela acusa Neymar de estupro sofrido em Paris, para onde viajou a convite do próprio jogador, no mês passado. No B.O., ela afirmou que o atacante estava aparentemente embriagado, e após conversarem e trocarem carícias no hotel onde ela estava hospedada, o jogador se tornou agressivo e "mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima".