12/07/2017 às 09h17 - Periscópio

Solução 1

Senador Eduardo Amorim sugere rodízio para acabar com disputa por liderança entre o senador Valadares (PSB) e o deputado Laércio Oliveira (SD).

Por: JornaldaCidade.Net

Para acabar com a polêmica disputa entre o senador Valadares (PSB) e o deputado Laércio Oliveira (SD), o senador Eduardo Amorim (PSDB) apresenta uma solução: ele defende um rodízio, ano a ano, sendo que durante um ano o líder seria um dos três senadores, escolhido por eles mesmos. No ano seguinte, os deputados escolheriam o líder da bancada, entre eles mesmos.


Solução 2

“Defendo essa tese para definir o comando da bancada e acabar com o problema. Essa regra é a mesma adotada por outros Estados. Acabaria com o problema, fortaleceria o líder da bancada e teríamos um rodízio, fazendo com que mais parlamentares pudessem coordenar a bancada. Isso também tiraria o posto da influência do governador. Espero que a proposta seja acolhida”, falou Amorim.

 

Cobranças 1

Aliados e simpatizantes do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) avaliam que políticos e população estão fazendo cobranças muito fortes e incisivas ao alcaide, que assumiu há pouco tempo e não teve tempo suficiente para resolver todos os problemas, segundo seus defensores. Mas a responsabilidade agora é de Edvaldo. Ou a população deve cobrar do ex-prefeito João Alves Filho?


Cobranças 2

O fato é que todo mundo já conhecia a situação de Aracaju, inclusive as dificuldades financeiras. Os portais da transparência estavam aí para mostrar a realidade. O prefeito deveria ter feito um plano efetivo e emergencial para a cidade. O número de buracos nas ruas, por exemplo, todos sabem que seria um problema agravado com as chuvas do período. A população não quer justificativa, quer ação.


Saúde 1

O secretário estadual da Saúde, Almeida Lima, afirmou ontem que a locação do prédio de 30 mil m² na Avenida Augusto Franco irá trazer economia na administração. Durante entrevista no programa de rádio “Jornal da Fan”, com George Magalhães, ele explicou que os cinco órgãos da Saúde ficarão lotados em um único local. “Estou deixando de pagar 

R$ 240 mil para pagar apenas R$ 150 mil”, informou.

 

Saúde 2

Na entrevista, Almeida ainda garantiu que a mudança será feita e o local passará apenas por pequenos reparos. “Fiz um planejamento inteligente. Estou devolvendo cinco imóveis para abrigar todos em um só local. O investimento será pouco, pois o prédio está todo em ordem. Nós estamos fazendo limpeza, consertando calçada, retirando o lixo e entulho no pátio interno; o prédio será pintado e será colocada a placa”, detalhou. 

 

É federal

Segundo informações de bastidores, o ex-deputado federal Sérgio Reis (PMDB) age de forma astuta e inteligente ao dar declarações de que pretende ocupar um cargo na chapa majoritária, na eleição do próximo ano. Isso porque ele estaria dissimulando o seu real interesse: disputar mandato de deputado federal. Prefeitos próximos a Sérgio e sua família corroboram essa iniciativa, avaliando que o jovem Fábio Reis lhes parece um tanto quanto desestimulado.


Repercussão nacional

O projeto de lei 116/2017, de autoria da senadora Maria do Carmo (DEM), que prevê a realização de avaliações periódicas de desempenho e até de demissão do servidor público, tem ganhado repercussão na imprensa nacional. Como o JC publicou ontem, a iniciativa visa deixar os agentes que atingem um bom desempenho na administração pública mais valorizados. O projeto está sendo destacado na imprensa nacional.


Voto indeciso

Que o clima está tenso em Brasília é um fato. Mas a situação está mesmo “pesada” é para os deputados federais, que devem votar a aceitação ou não da denúncia contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB). O deputado federal Laércio Oliveira (SD), por exemplo, no início da manhã de ontem, ainda não tinha voto certo para julgamento. “A minha posição agora é de voto indeciso”, revelou para o JC.

 

Comissionados 1

É um absurdo o número de servidores ocupando cargos comissionados na Câmara Municipal de Aracaju. São mais de 600, conforme foi divulgado na imprensa da capital. Se todos forem trabalhar ao mesmo tempo, as modestas instalações do Poder Legislativo não comportariam o contingente de comissionados. 


Comissionados 2

E se não estão trabalhando diariamente na sede do poder, é necessário saber onde eles estão lotados, qual o horário de trabalho? Para se ter uma ideia do disparate, a capital possui cerca de 600 agentes de saúde, que são responsáveis por acompanhar todos os moradores da cidade. Para moralizar a situação, o presidente da Câmara precisa acelerar a realização do concurso público.


Calendário

O Governo do Estado informou que o pagamento de aposentados e pensionistas que recebem até R$ 3,5 mil será realizado, integralmente, nesta quinta-feira, 13. Aposentados e pensionistas cujos vencimentos são superiores a R$ 3,5 mil recebem esse valor na quinta e a segunda parcela em data que será divulgada posteriormente. O calendário de pagamento dos servidores estaduais referente ao mês de junho teve início dia 1°, quando receberam, integralmente, todos os servidores da Secretaria de Educação, Sergipeprevidência, Ipesaúde, Segrase e aposentados do Funprev.

 

Mulheres no comando 1

Ao empossar ontem a médica cardiologista Waneska Barboza na Secretaria da Saúde de Aracaju, o prefeito Edvaldo Nogueira salientou que as mulheres têm espaço efetivo de comando na sua gestão. Waneska se soma ao grupo formado por Eliane Aquino (vice-prefeita e secretária da Assistência Social) e Cecília Leite (Educação). As três comandam os maiores orçamentos da PMA. 


Mulheres no comando 2

Segundo Edvaldo, Waneska irá gerir um orçamento anual de R$ 550 milhões na Saúde, enquanto Cecília é responsável por R$ 250 milhões na Educação e Eliane é a gestora de R$ 70 milhões no campo social. “Em número, a quantidade é menor, mas em importância as mulheres estão nas principais pastas”, disse o prefeito, sendo muito aplaudido.

Comentários

comments powered by Disqus