seta anterior

Anterior

Ausentes

seta proxima

Próxima

Merenda

09/08/2017 às 09h10 - Periscópio

Calendário 1

O Governo do Estado dá prosseguimento hoje ao pagamento dos servidores estaduais.

O Governo do Estado dá prosseguimento hoje ao pagamento dos servidores estaduais. Recebem hoje os celetistas das Fundações de Saúde e servidores do Samu. Na sexta-feira, 11, recebem os servidores estatutários da Saúde e Fundações, Emdagro, Cohidro, Emgetis, Emsetur, Codise, Cehop, Pronese, DER, Adema, Jucese, Detran, ITPS, Fundação Aperipê, Renascer, Fapitec e demais secretarias.

 

Calendário 2 

O calendário dos servidores estaduais, referente ao mês de julho, foi iniciado no dia 29, com o pagamento integral dos professores lotados em escolas e servidores do Sergipeprevidência, Ipesaúde, Segrase e aposentados do Funprev.

 

Exonerações 1

A coluna painel, do jornal Folha de São Paulo, noticiou ontem que o Planalto vai deflagrar exonerações de mais de 20 nomes indicados por deputados que votaram contra o presidente Michel Temer, por ocasião da admissibilidade da denúncia contra ele. Segundo a coluna, em alguns casos os líderes da base aliada indicarão os substitutos.

 

Exonerações 2

Mas em outros, a infidelidade foi tão alta que as nomeações caberão aos poucos que se mantiveram ao lado do presidente, como em Sergipe, onde só dois dos oito deputados votaram com Temer. Painel revela ainda que praticamente todos os infiéis serão alvo de retaliação, segundo revelam aliados de Temer. “Pouquíssimas exceções só serão mantidas por ordem direta do presidente”, relata o jornal.

 

ACF Sobrinho

Ex-prefeito do município de Riachuelo por duas vezes, quando realizou gestões que foram muito elogiadas pela população e pela imprensa, Antônio Carlos Franco Sobrinho está se articulando para viabilizar uma candidatura de deputado estadual. Ele planeja se filiar ao PRP, que é comandado pelo deputado estadual Gustinho Ribeiro, e planeja uma dobradinha com Gustinho, que deve disputar vaga na Câmara Federal. Consultado pela coluna, ACF Sobrinho confirmou que houve o convite, mas só tomará decisão em 2018.

 

UFS

Os pleitos da Universidade Federal de Sergipe (UFS) foram amplamente discutidos ontem durante audiência entre o ministro da Educação, Mendonça Filho, o reitor da UFS, Ângelo Antoniolli, e os senadores Eduardo Amorim (PSDB) e Antônio Valadares (PSB), em Brasília. Na oportunidade, o ministro sinalizou a liberação de recursos para as obras da Unidade Materno Infantil, com capacidade para 120 leitos, e o estudo para viabilização de novas vagas para o Campus do Sertão.

 

Matadouro 1

A deputada estadual Maria Mendonça (PP) apelou ao Poder Judiciário pela reabertura do Matadouro Municipal de Itabaiana, interditado pela Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) por determinação da Justiça. Na tribuna da Assembleia Legislativa, a parlamentar destacou que a medida trouxe preocupação para quase três mil pessoas que dependem do local para trabalhar.

 

Matadouro 2

Segundo Maria, a alternativa dada para que os trabalhadores fossem transferidos para um frigorífico da região seria inviável, devido ao elevado custo para utilização do espaço. “A taxa que é cobrada no abatedouro de Itabaiana é de R$ 30. No particular, esse valor é de R$ 130”, apontou a parlamentar, observando que “é preciso que essa situação seja revista pelo Poder Judiciário, tendo em vista que essas famílias não podem ser penalizadas”.


Dívida ativa

No seu perfil pessoal, na rede social, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Clóvis Barbosa, revelou ter assinado com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, um pacto para o TCE avaliar as contas nas eleições. “O TCE passa a ter acesso aos bancos de dados do Tesouro Nacional. Termo de cooperação está sendo firmado”, postou ontem. Ainda na rede social, o conselheiro Clóvis avisou: “Multas aplicadas a gestores agora serão inscritas na dívida ativa do Estado. Acabou a era do ‘faz de conta’”.

 

Sem quórum

Por falta de quórum, a sessão de ontem da Câmara de Aracaju foi suspensa. Porém, segundo a bancada da oposição ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), o motivo seria uma manobra da situação para ganhar tempo para não instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do lixo. Conforme o JC vem acompanhando, o presidente da Casa, o vereador Nitinho, havia assegurado que irá cumprir a determinação da Justiça para a instalação. Ou seja, após a quinta sessão ela será instalada.


Trancou 1

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Sergipe, por maioria de votos, trancou a ação penal instaurada contra a advogada Rosenice Figueiredo Machado. Isso ocorreu na manhã de ontem, com o julgamento do habeas corpus 201700311055, impetrado pelo criminalista Carlos Alberto Menezes. A advogada havia sido denunciada pelo Ministério Público de Sergipe pelos crimes de associação criminosa e fraude a processo licitatório no caso que envolveu a Emsurb e as empresas Torre e Cavo. 

 

Trancou 2

A Câmara Criminal compreendeu que a simples emissão de parecer, subscrito por Rosenice Machado como procuradora jurídica da Emsurb, é insuficiente para caracterizar a prática de qualquer ilícito penal. Um parecer jurídico tem natureza meramente opinativa e não vincula o gestor, que é livre inclusive para decidir contra a opinião técnica de seu corpo jurídico, de acordo com a Corte.

 

Barragens 1

No Alto Sertão Sergipano, sete barragens públicas passaram este ano por obras do Programa de Recuperação de Barragens do Governo do Estado, executado pela Cohidro. Todas captaram água, graças às chuvas que caíram a partir de abril e, na maioria dos casos, atingiram a capacidade total de armazenamento e até verteram.

 

Barragens 2

Segundo o presidente da Cohidro, José Carlos Felizola, o programa vem sendo possível a partir de convênio com Seidh. “Neste ano, a empresa contou com R$ 2 milhões do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep). Isso permitiu recuperar 12 barragens públicas em todo o Estado, a perfuração de 20 poços comunitários e a instalação de quatro sistemas de abastecimento de água em povoações rurais de Lagarto e Simão Dias”, disse Felizola.

Comentários

comments powered by Disqus