06/12/2018 as 07:35

Youtuber

Vera Lúcia (PSTU) lança canal no Youtube

No primeiro programa, a sindicalista conversou sobre o programa Mais Médicos e a saúde brasileira.


YouTuber

Vera Lúcia, que foi candidata à Presidência da República pelo PSTU, lançou um canal no YouTube. A operária sapateira vai colocar todas as terças-feiras, sempre às 18h, o “Conversa com Vera”. No primeiro programa, a sindicalista conversou sobre o programa Mais Médicos e a saúde brasileira.

Projetos
Até ontem, conforme esta coluna acompanhou, os deputados estaduais ainda não tinham recebido o pacote de projetos de lei, cerca de 11, do Executivo que poderá modificar significativamente o fluxo do Governo do Estado. A reclamação por parte da oposição tem fundamento, afinal, a votação já ocorrerá na próxima semana e o tempo está “contado” para analisar cada um.

Ação judicial
Após o MPF ter movido uma ação judicial contra o Estado de Sergipe, envolvendo o Fundef, a Procuradoria-Geral do Estado esclareceu que “sequer há formalização definitiva do valor do crédito que lhe é devido, ressoando imprópria a notícia da ação ajuizada pelo MPF em seu desfavor por conduta que não lhe é própria”.

Ficam 1
O governador Belivaldo Chagas (PSD) registrou na rede social, em seu perfil pessoal: “Não tenho pressa para nomear novo secretariado, mas adianto que é meu desejo que o secretário da Educação, Josué Modesto, e o secretário da Comunicação Social, Sales Neto, permaneçam na direção de suas pastas”.

Ficam 2
Além dele, Belivaldo escreveu: “O secretário da Segurança Pública, João Eloy, e a delegada-geral, Katarina Feitoza, são profissionais competentes e por mim eles permanecem em suas funções após a Reforma Administrativa”.

Modesta
O deputado oposicionista Georgeo Passos (Rede) considerou modesto o esforço do governador Belivaldo Chagas (PSD) para cortar gastos com a reforma administrativa. Ao JC, ele lembrou que em início de governo, Déda tentou cortar R$ 620 milhões e Jackson, R$ 260 milhões. Belivaldo quer cortar R$ 10 milhões em gasto com salários de comissionados.

Comissionados
Ao anunciar a extinção de 900 cargos comissionados, o governador Belivaldo deixou muita gente aperreada. Muitos que fizeram campanha ao seu lado avaliam que a oportunidade de atuar em seu governo, trabalhando, seria uma espécie de retribuição. Aliados estão esperando para ver até onde vai realmente chegar esses cortes, para só depois começar a reclamar.

Rolo compressor
Falando em Belivaldo, ele decidiu manter o mau hábito dos seus antecessores, deixando para a última semana a votação de projetos importantes na Assembleia Legislativa. Isso é ruim, pois impede maior discussão e fiscalização por parte dos deputados e da votação. Todo ano, neste período, é a mesma coisa: o rolo compressor sai da garagem do Palácio dos Despachos e passa correndo pela Assembleia. E sai da frente...

2018 em déficit
“O cenário para o ano de 2018 é muito desafiador”. O alerta foi do secretário de Estado da Fazenda, Adelmário Alves, que esteve na manhã de ontem na Assembleia Legislativa. Segundo ele, as finanças do Estado ainda terão um momento difícil no ano que vem. “Para o ano que vem o déficit é de R$ 400 milhões. E algumas medidas mais duras precisam ser tomadas agora ainda nesse final do ano para início do ano de 2019”, anunciou.

Aprovadas

O candidato ao cargo de deputado federal em Sergipe pelo MDB nas Eleições 2018, Alexandre Figueiredo, teve suas contas aprovadas sem restrição. Agora, o advogado de 44 anos, que obteve 16.167 votos, será diplomado suplente de deputado federal no dia 17 deste mês.

Sem reajuste 1
Durante a exposição dos dados financeiros referentes ao 2º quadrimestre do exercício de 2018, feita pelo secretário de Estado da Fazenda, Ademario Alves de Jesus, nessa quarta-feira, 5, para os membros da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Tributação, presidida pelo deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB), o gestor não assegurou que haverá uma proposta efetiva do Executivo de reajuste salarial para o funcionalismo público em 2019.

Sem reajuste 2
Os servidores já estão há cinco anos sem ao menos a reposição inflacionária do período. O secretário falou de uma reposição salarial que está sendo feita agora em dezembro para os professores, mas também não assegurou o pagamento do piso nacional do magistério. “Para o próximo ano não existe discussão em relação a reajustes”.

CPI 1
O vereador Lucas Aribé (PSB) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) na manhã de ontem, para lembrar sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Lixo, que segundo ele, começou, transcorreu e terminou de forma errada.

CPI 2
“Um grupo de vereadores entrou com uma ação na Justiça alegando questões importantes que poderiam comprometer o trabalho da CPI do lixo. A decisão saiu depois que ela foi declarada encerrada com apresentação do libelo, mas acredito que a Câmara precisa retomá-la, declarando nula a anterior, e iniciar outra indicando outros membros”, apontou.