11/08/2017 às 08h33 - Política

Projeto de assistência a portadores de albinismo é aprovado

Projeto aprovado ontem, 10, na Câmara Municipal de Aracaju é de autoria do vereador Dr. Gonzaga.

Foi aprovado ontem, na Câmara Municipal de Aracaju, o projeto de lei nº 177/2014, de autoria do vereador Dr. Gonzaga, que determina a criação de uma política de assistência à saúde das pessoas portadoras de albinismo. A proposta prevê que a Secretaria de Saúde crie mecanismos específicos para atender os portadores de albinismo, no que se refere a acompanhamento oftalmológico e dermatológico, dentro das próprias unidades de saúde do município.

 

Foto: Divulgação

 

O albinismo é um distúrbio congênito causado pela deficiência na produção de melanina. Pessoas com esse problema são muito brancas e, dependendo do grau, apresentam alterações até mesmo na cor dos olhos e dos cabelos. Estimativas indicam que há um albino para cada grupo de 40 mil pessoas. “No Brasil seriam 47.500 afetados pelo distúrbio, uma parcela da população bastante significativa, que segue à margem dos programas e ações de saúde das autoridades públicas”, lamentou o vereador.

 

As pessoas com a patologia correm risco de desenvolver câncer de pele e cegueira, dentre outros males, por isso devem evitar exposição solar, usar protetores, óculos com proteção para os raios solares e outros acessórios que protejam a cabeça do sol. Em Aracaju, essas pessoas estão mais suscetíveis às doenças, por causa da presença do sol em todas as estações do ano.

 

“Em 2009, no meu segundo mandato, eu apresentei um projeto de lei que previa o fornecimento gratuito de bloqueador solar às pessoas carentes, vítimas de albinismo, mas infelizmente o projeto foi rejeitado”, lembrou o vereador. “Agora, com a aprovação dessa política de saúde específica a ser criada pela Secretaria de Saúde, tenho esperança de que possamos avançar mais nesse sentido”, disse, esperançoso, o parlamentar.

Comentários

comments powered by Disqus