22/05/2019 as 08:50

VEREADORES

Thiaguinho assume a Presidência da CMA por 15 dias

Durante a sua passagem rápida à frente do Poder Legislativo Municipal, o parlamentar se comprometeu em dar o ponta pé inicial para o concurso público da Casa.


Thiaguinho assume a Presidência da CMA por 15 diasFoto: Divulgação

O vereador Thiaguinho Batalha (PMB) assume a Presidência da Câmara de Aracaju por 15 dias de forma interina. O comando foi passado após o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) ter passado o cargo de gestor da administração da capital para Nitinho (PSD) para tirar férias. Durante a sua passagem rápida à frente do Poder Legislativo Municipal, o parlamentar se comprometeu em dar o ponta pé inicial para o concurso público da Casa.


Para o JORNAL DA CIDADE, Thiaguinho destacou o valor de assumir a Câmara e da responsabilidade. “Responder por um poder tão importante, isso já era esperado. A partir do momento em que nós assumimos no biênio de 2017, quando teve aquela eleição e o prefeito ficou sem vice, com o deslocamento de Eliane Aquino (PT) para o governo, a gente já sabia que numa ausência de Edvaldo iria assumir”, disse.


De acordo com Thiaguinho, não haverá mudanças bruscas na Câmara nesse período. “Vamos tentar imprimir um ritmo forte e rápido. Tentar destravar os projetos em pauta, tanto da situação como da oposição”, contou, acrescentando que já iniciou diálogo com as comissões sobre as votações das propostas.

Concurso da Câmara
Ainda segundo Thiaguinho, também já está sendo colocado na pauta desses dias o concurso público da Câmara. “Muito esperado. O regulamento está sendo finalizado para ser colocado em plenário e, aí sim, lançar o edital. Vamos dar esse ponta pé inicial. Vou cobrar isso diariamente para que seja finalizado esse regulamento e que seja colocado logo em votação. A expectativa é chamarmos as 50 vagas desse concurso”, registra.


Contudo, apesar de Thiaguinho afirmar o início do trâmite do concurso será nos próximos 15 dias, o vereador Elber Batalha (PSB), integrante da oposição e integrante da comissão de vereadores da elaboração do concurso, vê com cautela. “Está avançando, mas é temerário a gente dar prazos. Está numa fase bem de conclusão das fases preliminares do lançamento do edital”, disse.
Elber Batalha conta ainda que a parte técnica está sendo concluída. “Creio eu que essa semana ainda a comissão de vereadores vai se agrupar com a comissão técnica que fez o primeiro arcabouço e nós vamos dar opinião de ordem político-administrativa profissionalmente da Câmara. Por exemplo, quantas vagas de jornalistas, de taquígrafo. Se deve ser analista e técnico, se deve ter as nomenclaturas anteriores. Até para evitar problemas de equiparação salarial de servidores antigos com os novos. Dar prazo é sempre complicado, mas eu acredito que não passa mais desse semestre a conclusão e o lançamento do edital para elaboração do concurso”, concluiu.